O óbvio, quase 19 anos depois...

Carlos Alberto Campilongo Camargo

Um projeto óbvio e a custo zero para os cofres públicos - a requalificação da passarela que é a única ligação para os pedestres chegarem ao aeroporto de Congonhas – demorou quase 19 anos para ser realizado.

No último dia 19/1, o prefeito João Doria finalmente inaugurou essa importante obra, com a presença de autoridades e empresários, como o presidente do Secovi-SP, Flavio Amary, e o diretor da entidade Carlos Alberto Campilongo Camargo.

“Desde 1999, tentamos ‘doar’ uma nova passarela, ideia que surgiu quando construímos o Hotel Ibis Congonhas. A passagem estava em más condições e com pouca manutenção. Como empreendedores imobiliários, identificamos a chance de melhorar a transitabilidade e o entorno, beneficiando a cidade”, relata Camargo, que preside a Associação dos Amigos da Passarela (ASPA), que viabilizou o projeto com empresas parceiras.

“Por solucionar questão de acessibilidade universal, a ideia contava com o apoio da maioria dos envolvidos no processo. Porém, surgiram vozes contrárias. Uma inexplicável polêmica amplamente divulgada pela imprensa, a qual cobrou soluções e contribuiu para que essa novela tivesse um final feliz”, adiciona.

Segundo o dirigente, tudo dependia da atitude do poder público. “Em 15 de janeiro de 2017, fomos convidados pelo prefeito João Doria para uma reunião. A partir de então, acertamos as metas. Em poucos meses, a passarela foi aprovada e concluída. Um terreno da Prefeitura, invadido há mais de 20 anos, foi incorporado ao projeto, propiciando praça com banheiro público, acesso ao elevador, melhoria do ponto de ônibus e espaço de convivência com café. Com visão e liderança, Doria possibilitou uma obra de grande interesse de São Paulo. Como cidadãos, só podemos agradecer”, conclui Camargo.

Dia 31/1, posse da diretoria do Secovi-SP

Na próxima quarta-feira, 31/1, toma posse a diretoria do Secovi-SP para o biênio 2018-2020. O ato solene acontece na sede da instituição, das 8h30 às 11 horas.

Referendada por 96,3% dos votos válidos, a chapa candidata teve reafirmada sua legitimidade para permanecer na luta pelo fortalecimento das atividades imobiliárias. “O apoio de nossos associados é decisivo para a continuidade e o aprimoramento do intenso trabalho em prol de todos os segmentos do setor e, consequentemente, do desenvolvimento econômico e social”, considera o presidente reeleito Flavio Amary.

 Amary destaca a firme atuação da entidade nos últimos anos, quando ocorreu a maior crise da história do País. “Apresentamos diversas propostas, dialogamos com várias autoridades, enfim, fizemos de tudo para que o mercado imobiliário sobrevivesse”, afirma.

“Todavia, há uma série de pendências a ser enfrentada, como solução para os distratos, redução do custo da outorga onerosa, manutenção dos financiamentos, melhoria das condições de acesso à moradia, diminuir cada vez mais a burocracia e simplificar a tributação, entre outros importantes aspectos”, pontua o presidente.

A cerimônia conta com o prestígio diversas autoridades governamentais, lideranças empresariais, associados e representados. Informações: (11) 5591-1304 a 1307.

24 de janeiro de 2017

 

Voltar


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas