Institucional

Entidades orientam condomínios com dificuldades em obter o AVCB em Jundiaí


Por meio de parecer técnico, Corpo de Bombeiros alerta para quebra de compartimentação das fachadas de edifícios residenciais

O Secovi-SP e a Proempi (Associação das Empresas e Profissionais do Setor Imobiliário de Jundiaí e Região), entidade que representa o Sindicato da Habitação no município, transmitem orientação feita pelo Corpo de Bombeiros aos edifícios com dificuldades na obtenção do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), documento emitido pelo Órgão certificando que, durante a vistoria, a construção possuía as condições de segurança contra incêndio.

De acordo com o parecer técnico Nº CCB - 008/800/20, o Departamento de Segurança e Prevenção contra Incêndio (DSPCI) foi questionado com relação à quebra da compartimentação vertical de fachada nos edifícios residenciais (divisão A-2), por meio da utilização da sacada como extensão da sala de estar ou jantar, normalmente utilizados como área gourmet.

Historicamente, a varanda e a sacada tinham como função estabelecer uma transição gradual entre os espaços internos e os externos da edificação, além de proporcionarem proteção climática e servirem como local de apreciação da vista exterior. Com o decorrer do tempo, houve a descaracterização do ambiente, tornando-se um local de lazer e convívio, com a incorporação de diversos mobiliários. Em relação à exigência de compartimentação vertical nas fachadas, a Instrução Técnica nº 09/2019 – Compartimentação horizontal e vertical prevê uma série de requisitos. Confira a íntegra da publicação

 

Autor: Assessoria de Comunicação do Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas