Institucional

Estado de São Paulo volta para a fase vermelha


Estado entrará na fase vermelha de 25/1 a 7/2. Serão adotadas medidas de restrição diárias, a partir das 20 horas, e aos fins de semana e feriados
São Paulo entra na fase vermelha do Plano São Paulo

O governo do Estado de São Paulo anunciou no começo da tarde desta sexta-feira, 22/1, novas ações para conter o agravamento da Covid-19.
 
Conforme entrevista concedida pelo governador João Doria, o Estado volta para a fase vermelha, mas com alguns ajustes nas restrições. 

  • Serviços não essenciais (como os imobiliários, inclusive estandes de vendas), a partir de 25/1 (segunda-feira), deverão fechar todos os dias, entre 20 horas e 6 horas, e não poderão funcionar aos sábados, domingos e feriados nas próximas duas semanas (25*, 30 e 31/1; 6 e 7/2);
  • Serviços essenciais, funcionam normalmente;
  • Capital e municípios do Estado de São Paulo terão medidas restritivas reclassificadas para a fase laranja durante os dias da semana, até as 20 horas, de acordo com a divulgação realizada hoje (22/1).

*Aniversário da cidade de São Paulo

O endurecimento do governo do Estado deve-se ao aumento do número de infecções e mortes pelo novo coronavírus (Covid-19). Cada município deve se atentar à reclassificação da sua região e aos protocolos do setor.

Com a edição do Decreto Estadual, previsto para ser publicado no dia 23/1, detalharemos as medidas.

Mais informações sobre as medidas podem ser obtidas no site https://www.saopaulo.sp.gov.br.
 
Diretoria do Secovi-SP

Autor: Assessoria de Comunicação - Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • UniSecovi