Locação

Mercado de locação em Rio Preto aquecido em 2018


Setor em alta e número crescente de interessados estão entre os fatores que impulsionam o crescimento do segmento

Após um ano de oscilação dos valores médios para a locação residencial, o setor tem expectativas positivas para 2018. De janeiro a dezembro de 2017, a Pesquisa Mensal de Locação do Secovi-SP mostra que houve variação positiva de 0,39% na cidade de São Paulo. No mesmo período, o IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), indicador usado para reajustar a maioria dos contratos locatícios, registrou deflação de 0,52%.

Em Rio Preto, os profissionais da área acreditam que o mercado permanecerá aquecido. Mercado em alta, nichos com ofertas limitadas e número crescente de interessados estão entre os fatores que impulsionam o crescimento do setor.

“O mercado de locação tem passado por significativos ajustes nos últimos anos. No ano passado, inúmeros fatores colaboraram com a recuperação do setor, em especial a flexibilização das negociações entre proprietários e inquilinos”, comenta Alessandro Nadruz, diretor Regional do Secovi no município. Para ele, o momento é bom para o locatário. “Se a oferta crescer, é possível conseguir preços mais vantajosos e com qualidade superior. Por outro lado, quem tem bom inquilino, deve negociar o preço e mantê-lo. É melhor do que deixar o imóvel fechado”, pontua.

Autor: Assessoria de Comunicação do Secovi-SP

Comente essa notícia


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas