Institucional

MoviMente: startups propõem soluções para o setor


Na quarta edição do Movimente, iniciativa do NE, ofereceu oportunidade para startups com projetos que impactaram o mercado imobiliário durante a pandemia 

O bilionário Jorge Paulo Lemann costuma dizer que, em tempos de crise, o que mais gosta são as oportunidades que aparecem. Conhecido por sua ousadia nos negócios, sobretudo em aquisições de empresas em períodos de dificuldades, ele justifica que não se trata de preço, mas da possibilidade de ter acesso a coisas até então indisponíveis ou sobre as quais não se tinha conhecimento. Ou seja, um novo olhar para novos negócios.

Foi essa visão que teve o grupo de Novos Empreendedores (NE) do Secovi-SP. Em vez de focar nos aspectos negativos dos efeitos das crises sanitária e econômica, aproveitou a edição 2020 do MoviMente para propor a startups que apresentassem soluções que impactaram o mercado imobiliário durante a pandemia.

 “A aproximação entre o mercado imobiliário tradicional e as empresas de inovação é o objetivo principal do MoviMente. A ideia é renovar, oxigenar e transformar o setor. E em um ano tão desafiador, o MoviMente foi o instrumento ideal para proporcionar alternativas ao mercado”, afirma Rodrigo Abrahão, coordenador do NE. “O resultado não poderia ter sido melhor”, complementa.

Etapas

Em sua quarta edição, o MoviMente teve todas as etapas realizadas em ambiente virtual, em cumprimento às regras de distanciamento social estabelecidas pelas autoridades sanitárias. No final de novembro, após processo bastante disputado, foram reveladas as startups vencedoras de 2020.

 Uma delas é a iTeleport, que oferece tecnologias de visualização e computação para tours virtuais a empreendimentos imobiliários. Já a Predialize é uma plataforma tecnológica que permite a incorporadoras e construtoras realizarem a gestão do pós-obra. A Vivakey, por sua vez, desenvolve ferramentas para digitalização de hotéis e residências.

 Os três premiados foram escolhidos de um total de 25 projetos, criteriosamente analisados por uma banca de especialistas em inovação e personalidades do setor imobiliário, que também avaliou e definiu os 10 semifinalistas.

 Uma das novidades desta edição foi a participação popular na etapa final. A escolha pode ser feita por meio de “likes” nos vídeos das 10 startups disponibilizados na página do NE no Instagram.

Bate-papo

O evento on-line em 26/11 foram anunciadas as startups premiadas. Dividido em três blocos, foram exibidos vídeos da Alude, EntregAli, Fix, Isket, Kapputo, Logpyx e RetinaVision, que ficaram entre as 10 semifinalistas.

Em cada bloco, os representantes das três vencedoras – Rony Stefano (Vivakey), Jean Sacenti (Predialize), Francisco Toledo (iTeleport) – responderam, ao vivo, os questionamentos dos especialistas em inovação Alexandre Frankel e Flavio Pripas. Também participaram do bate-papo Leandro Mello, Sergio Langer, Danielle Ávila, Rodrigo de Santi, Gabriel Borges e Nelson Soares.

Vencedoras

Meses depois da decretação do estado de calamidade pública por causa da pandemia do novo coronavírus, o setor de hotelaria e turismo ensaia uma recuperação gradual com a adoção de medidas que vão além da contenção de custos e adoção dos protocolos para barrar a Covid-19. Reafirmando a frase “de toda crise nasce uma oportunidade”, a startup Vivakey, uma das vencedoras do MoviMente 2020, desenvolveu uma plataforma on-line, disponível para smartphones, que permite agendar e fazer o pagamento antecipado de uma reserva em hotel.   

 “Desenvolvemos uma solução única, com todos os sistemas que um meio de hospedagem necessita na nuvem, incluindo um aplicativo para check-in do hóspede, e uma fechadura exclusiva, que elimina a necessidade de passagem pela recepção. A reserva é feita por qualquer canal e paga com o processamento de cartão automático em nosso sistema. Pronto, o hóspede pode entrar no hotel e em seu quarto por meio de um aplicativo, senha ou até mesmo reconhecimento facial”, explica Rony Stefano, representante da startup.

Conforme destaca o investidor, a ideia é facilitar a experiência do hóspede na hora de reservar ou fazer o check-in e o check-out em um hotel. “Temos software, hardware e serviços em uma única solução.”

Diferente do setor hoteleiro, a construção civil não parou na pandemia. E a startup Predialize, outra premiada do MoviMente 2020, aproveitou para incrementar suas soluções visando a auxiliar toda a jornada do cliente e durante o pós-obra, com a implementação de um manual interativo do proprietário. 

“Essa é uma excelente opção para resolver a ansiedade da espera pela entrega do imóvel, disponibilizando ao cliente informações gerais do empreendimento, documentos do imóvel e fotos do andamento da obra. Desta maneira, nesta fase do processo, a comunicação da construtora não será somente para tratar de cobranças financeiras ou falar de problemas, mas sim de cativar esses clientes”, diz Rodrigo Brabo, CTO da Predialize.

A startup também desenvolveu o Manual Interativo do Condomínio, que oferece acesso fácil às condições e aos prazos de garantias de produtos e sistemas construtivos, responsabilidades, cuidados de uso e do calendário de manutenções preventivas. Os síndicos podem contar, ainda, com notificações e contatos de fornecedores para auxiliar no planejamento e na execução das atividades necessárias”, destaca Jean Sacenti, CEO da Predialize.

“Já senti na pele muitas das dores que as construtoras enfrentam hoje. E, por isso, as soluções da Predialize são tão efetivas. Nós falamos do que realmente dominamos e disponibilizamos soluções eficazes para resolver desafios reais do mercado por meio da tecnologia.”

O desejo de comprar um novo imóvel não foi suprimido pela pandemia do novo coronavírus. Em tempos de distanciamento social, como conhecer o imóvel? A solução foi apresentada pela iTeleport, também contemplada no MoviMente 2020. A startup oferece um conjunto de tecnologias, unindo Tour Virtual 3D e o Tour Virtual 360º, que resultou em uma maquete tridimensional que permite conhecer todos os cômodos.

“Criamos um hub de soluções digitais para o marketing imobiliário. A concentração de todas as soluções sob um único teto garante o alto padrão de qualidade nas experiências entregues ao cliente”, destaca Francisco Toledo, CEO da iTeleport. “A solução de tour virtual com alta interatividade é a melhor ferramenta de venda para o corretor, pois consegue manter mesmo à distância o dinamismo, a emoção e a transparência necessários para a realização do sonho da casa própria.”

Além de rodadas de negócios com players do setor imobiliário, as três startups vencedoras terão seus projetos divulgados nos canais do Secovi-SP, no hotsite do MoviMente e, ainda, a possibilidade de firmar parcerias com empresas do mercado.

O MoviMente 2020 teve patrocínio LelloLab, Orange PMM e Woork.

MoviMente

Criado em 2017, o MoviMente busca aproximar para aproximar as startups das empresas do mercado imobiliário. As vencedoras da primeira edição foram Flatmatch, Justto e Magikey. No ano seguinte, as três primeiras colocadas foram Lean Survey, LoopKey e Nama,. Em 2019, as startups Programa Doce Lar, Prevision e IMDesigns venceram a terceira edição. E, em 2020, iTeleport, Predialize e Vivakey foram as contempladas.

Para mais informações, acesse: movimente.secovi.com.br .

Reportagem publicada na Revista Secovi-SP nº 310 (outubro/novembro de 2020), página 34.

 

Autor: Assessoria de Comunicação - Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas